Bebê tem a mão cortada e crianças são mortas em ataque Fulani na Nigéria

  • 04/08/2022
Bebê tem a mão cortada e crianças são mortas em ataque Fulani na Nigéria
Bebê tem a mão cortada e crianças são mortas em ataque Fulani na Nigéria (Foto: Reprodução)

Quatro crianças e três adultos cristãos foram mortos durante um ataque de radicais Fulani no estado de Plateau, na Nigéria, neste domingo (31), em mais um caso de perseguição violenta no país africano.

De acordo com o Morning Star News, os extremistas invadiram a vila de Danda Chigwi, no condado de Jos South, pouco depois das 19h e atacaram os cristãos, de casa em casa.

As vítimas menores de idade tinham entre 5 e 16 anos. Segundo o líder da juventude cristã da aldeia, Rwang Tengwong, um bebê de apenas 4 meses teve a mão cortada pelos militantes.

Dachung Bagos, representante do condado de Jos South na Câmara dos Deputados, condenou o ataque, denunciando o descaso das autoridades com os constantes ataques extremistas.

“Relatórios de inteligência dizem que os atacantes enviaram sinais antes, e nenhuma ação foi tomada por parte das agências de segurança para reduzi-lo; isso é triste. Estou com raiva e enfurecido com a matança diária dentro e ao redor do meu eleitorado”, declarou Bagos.

Onda terrorista na Nigéria

Desde janeiro, 300 cristãos foram mortos por radicais Fulani e outros extremistas islâmicos e 120 mil pessoas foram deslocadas, devido a ataques a 40 comunidades cristãs, conforme Habila Timothy Anderifun, representante na Assembleia Estadual do estado de Taraba.

“Essas aldeias estão desertas, enquanto os pastores Fulani agora pastam suas vacas livremente nas fazendas dos deslocados”, afirmou o político. 

“Milhares de pessoas deslocadas internamente foram forçadas a se mudar para as escolas primárias de Markam e Fadama e estão usando as salas de aula como abrigo. A Igreja Católica e outras igrejas naquela área acolheram alguns dos cristãos deslocados”.

Na semana passada, 36 cristãos foram sequestrados durante um ataque extremista a uma vila no estado de Kaduna, de maioria cristã.

No início de julho, Radicais mataram dois filhos e sequestraram a filha de um pastor em um ataque à família em Mararaba Mubi, no estado de Adamawa, de maioria islâmica e que vem sendo atormentado pelo terrorismo.

Alvos constantes de ataques

As comunidades cristãs na Nigéria se tornaram alvos constantes de ataques de radicais, devido a sua fé.

O país africano foi o lugar onde mais cristãos morreram em 2021, registrando 4.650 mortes, segundo o relatório da Portas Abertas. O número de cristãos sequestrados também foi maior na Nigéria, com mais de 2.500.

“A situação na Nigéria continua a se deteriorar. O fracasso total do governo nigeriano em reinar no extremismo criou um ambiente em que os extremistas se sentem justificados para atacar os cristãos”, declarou David Curry, CEO da Portas Abertas.

Na Lista Mundial da Perseguição de 2022 dos países onde é mais difícil ser cristão, a Nigéria saltou para o sétimo lugar, sua classificação mais alta de todos os tempos, do 9º lugar no ano anterior.

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/bebe-tem-mao-cortada-e-criancas-sao-mortas-em-ataque-fulani-na-nigeria.html


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. O Jogo Virou

Kemilly Santos

top2
2. Lindo És - Só quero ver Você

Juliano Son

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Renovo

Sarah Farias

Anunciantes